• CMurville

Grande virada nas idas e vindas de João


No segundo e último volume da duologia “Até Quando?” vemos uma grande virada nas idas e vindas de João. Ele, em determinado momento, percebe que do jeito como ele tem levado seus processos reencarnatórios jamais conseguirá ir adiante para se tornar um ser de luz. Ele começa a rever todas as suas reais necessidades e percebe que tudo o que ele precisa é ser feliz e ajudar as pessoas a sua volta a alcançar essa felicidade por elas mesmas.


Vale ressaltar que não é só o João que vem e vai nesse processo reencarnatório, toda a sua família fica indo e vindo ao seu lado e, em certo momento, ele entende que precisa começar a iluminar a si mesmo para que a sua família comece a emanar luz própria também.


Eu sou uma pessoa que ama de paixão a escrita da Christiane e, visto que já li boa parte de suas obras (a Trilogia “A Caverna Cristalina”, “O Pequeno Príncipe Visita São Paulo” e agora finalizei a duologia “Até Quando?”) posso dizer isso com propriedade: eu nunca li um livro dela que fosse tão pesado para mim quanto “Até Quando? A Prisão”. Me senti sufocada, agoniada por não conseguir (até determinado ponto) ver como o protagonista iria sair daquele looping infinito e, se ele conseguisse, o que aconteceria com as pessoas que sempre o estavam acompanhando? A autora conseguiu duas coisas que eu adoro: me envolver ao ponto de que eu me sentisse o personagem principal e finalizar a história de um jeito ‘redondinho’, sem pontas soltas e com tudo muito bem esclarecido. Amei muito ter mais uma oportunidade de submergir no mundo do autoconhecimento espiritual com mais uma obra da Christiane de Murville.


  • Facebook B&W
  • Instagram B&W
  • Twitter B&W