• CMurville

EMBRULHO MENTAL


O sol gostoso da manhã de primavera tornava a paisagem mais brilhante e colorida do que nunca. Uma brisa agradável acariciava o rosto de Ana, que observava o vai e vem das pessoas na calçada, enquanto ouvia o canto dos passarinhos nas árvores e reparava no aroma das flores. A moça sentia-se em paz. Parecia estar no paraíso!

Mas logo lembrou que tinha supermercado a fazer e repassou a lista de compras na cabeça. Também precisava dar um pulo no banco. Que chato! Detestava aquele gerente desagradável! Recordou-se da discussão que tivera com ele, revendo seus argumentos e convencendo-se, mais uma vez, de que tinha razão. Outros pensamentos voltaram a rondá-la. Agora, pensava no encanamento da pia da cozinha para consertar e no pneu do carro para trocar. Havia ainda aquele trabalho que ficara de entregar até sexta-feira. E já era quarta-feira! Ligaria também para a sua irmã, que não lhe saía da cabeça. Da última vez que as duas haviam conversado, algo ficara mal resolvido entre elas. Será que deveria passar na casa da irmã, lhe mandar uma mensagem de texto ou chamá-la no celular? Mas o que diria a ela exatamente? Tinha que resolver isso. Não dava para viver em paz com o espectro de alguém retornando sistematicamente à memória e lhe atazanando o dia. Ou seria a sua consciência instigando-a a resolver pendências de modo a voltar a se sentir leve e tranquila?

Capturada em um mundo essencialmente mental, Ana não ouvia mais os passarinhos, não percebia o aroma das flores ou o vento agradável no rosto. Também não via mais as pessoas à sua volta e tampouco conseguia apreciar a paisagem luminosa da manhã ensolarada. Mas os passarinhos, as flores, o vento, o sol e as pessoas continuavam ali, ao lado dela, porém a moça não podia mais vê-los ou senti-los. Uma nuvem pesada e obscura de considerações rebeldes diversas embrulhava Ana. Nem um raiozinho de sol conseguia penetrá-la.

Difícil dizer onde estava Ana, agora. Perdida em pensamentos? De todo modo, certamente não mais no paraíso.


#miniconto #conto #confusão #mundomental #loucura #consciência #mente #pensamentos #literatura #literaturanacional #literaturacontemporânea #Leia #LeiaLiteraturaNacional #projetoecoliterário #mulheriodasletras #autoranacional #autornacional #reflexões #inspiração #textosqueinspiram #livros #leitura #leitores

1 visualização
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W
  • Twitter B&W